Sexta-feira, 9 de Junho de 2006

Alzheimer - A dor do esquecimento

(fonte: desconhecida)

            Em Portugal, já se estima que esta doença afecta entre as 60 e os 70 mil pessoas!

A Doença de Alzheimer ou do esquecimento é uma doença degenerativa, lenta e completamente irreversível, cuja causa ainda é desconhecida!

            Infelizmente e uma vez mais, os medicamentos para tentar “atenuar” os factores da doença são caros e não comparticipados pelo governo! Aqui neste espaço, já foi falado alguns casos flagrantes em que o estado nem se digna a ajudar. E desta vez porquê? Porque já são idosos e temos que apostar nas camadas mais jovens? Não, pelo menos eu não concordo com esta posição. Porque não se podem esquecer que outrora, esses idosos que hoje são deixados completamento deixados de parte, foram as camadas jovens do tempo deles! E sempre trabalharam, sempre contribuíram para teres algum plano de protecção e chegamos aos dias de hoje, o tempo em que são idosos e vêm que tanto trabalho, tanto esforço, tanto desconto do seu ordenado não serviu para nada.

            Se hoje em dia as coisas acontecem deste modo, e eu pertenço à camada, imagino o que possa acontecer daqui a largos anos! Portanto só posso mostrar o meu desagrado, pelos que hoje vivem com a falta de meios que lhe permitam ter uma qualidade de vida mínima, e por mim, claro!

            A Alzheimer é o desaparecimento das células do cérebro, causando o esquecimento total ou parcial, deixando só de vez em quando um feixe de memória, mas vago. É também uma doença que após os 65 anos, duplica a probabilidade a cada 5 anos de vida.

            Evitar a doença, não podemos! Podemos tentar reduzir os seus efeitos, mas para isso temos que encostar o governo que temos contra a parede! Não concordo com tudo o que o Dr. Alberto João Jardim diz, mas ele disse algo que até poderá ter razão: “os patetas dos Presidentes do Continente”,entenda-se como se quiser!

 

Sinto-me: Chateado com quem nada faz...
Criticalhado por RM às 00:01
Link da Crítica | Critica | Escarrapacha aos favoritos
|
16 comentários:
De ImSo a 9 de Junho de 2006 às 12:57
Concordo contigo RM e admira-me o governo não fazer nada por quem sofre de tal doença. Admira-me por 2 razões: a 1ª é porque existem muito mais pessoas com essa doença do que dizem as estatisticas e a 2ª é que as pessoas que nelas não aparecem são os próprios governantes que quando são oposição e durante a campanha prometem montes de coisas que depois "esquecem" quando são eleitos. Só pode ser alzheimer!!!

Cumprimentos
De RM a 12 de Junho de 2006 às 09:48
ImSo demais o teu comentário, de facto o caso do governo só pode ser alzeimer. Apoiado!!!!
Boa semana!
De soslayo a 9 de Junho de 2006 às 16:30
RM:

Não poderia estar mais de acordo contigo nesta questão! E acrescentaria que para além desta doença que não tem comparticipação do Estado, existem outras que por serem doenças (também elas) crónicas e não pagavam nada, passaram a pagar e mais: os subsídios de residência e deslocação dos políticos e directores gerais foram aumentados este ano!!! Pouca vergonha este País. Por vezes sinto vergonha pertencer (ou ter nascido) neste país depressionado. Um abraço.
De RM a 12 de Junho de 2006 às 09:54
Soslayo de facto parece que muitos dos Portugueses só se lembram que ainda somos tal, na altura dos campeonatos de futebol, em que tudo saí para a rua com a sua bandeira, o seu caschecol e todos os adereços que se inventa para ganhar dinheiro. Digo, é bonito de se ver, sem dúvida e eu também compro e não me ocorreria andar por aí com o que quer que fosse alusivo a Portugal, tipo uma bandeira, fora destes campeonatos, só porque gosto de ser português...
Se fizesse isso, ia internaod para uma casa de saúde mental, iam logo dizer que só podia estar maluco, viver num país como este anda e ainda ostentar orgulhosamente uma bandeira, fora de um campeonato, só pode ser loucura! LOL
De micas a 9 de Junho de 2006 às 18:10
RM repara essas pessoas vao acabar por morrer com essa doença tomem uo nao tomem esses medicamentos pra que o governo comparticipa-los?? e alem disso tamos numa situaçao em que o numero de nascimentos e menor que o numero de mortes o que esta mal pois devia ser ao contrario, mas porque e assim? porque a geraçao de idosos nao morre tao cedo dura cada vez mais e a geraçao que devia de dar a luz nao quer ter muitos filhos pois a vida esta cara e tambem dao a luz tarde porque primeiro querem ter a sua vida toda estavel para depois pensar nas outras coisas.... tou a me afastar um pouco do tema mas com um objectivo sera que nao esta tudo ligado?? nao comparticipar os madeicamentos para a doença de alzheimer ou outra qualquer para que aqueles que nao podem pagar morram mais cedo pois havera um dia em que nao havera espaço para nos na Terra.... eu sei.. e uma ideia um tanto ou quanto negativa e talvez absurda mas se me veio isto a ideia sera que nao veio a mais nimguem???!!
ATENÇAO: eu nao sou a favor disso!!! so estou pondo uma hipotese.... eu acho muito mal ao que o governo esta fazendo pois aquelas pessoas que nao possuem "rios de dinheiro" ficam a ver navios porque nao podem comprar os remedios para se poderem curar ou "acalmar" as dores...... e por ai vamos uns com tanto e outros com tao pouco....
espero ter.m feito entender... a minha ideia parece um pouco confusa....:/
De RM a 12 de Junho de 2006 às 22:46
Bem micas esta ideia a mim nunca me ocorreu e ainda bem! Porque é mais do que absurda, e isto é o meu ponto de vista e espero que aceites tal como aceitei o teu, embora não seja o meu!!!
O que não falta, por enquanto é lugar para as pessoas! Só o facto de algum dia conviveres com alguém com a mesma doença, mudar-te-á a mentalidade, do pensamento que tiveste. Porque dar-te-ia uma visão diferente sobre o assunto. Quanto à Natalidade, se o governo tomar medidas a favor da fecundação, as coisas mudaram, agora não vamos deixar os idosos morrer só porque se se pensa que não fazem mais nada!!! Olha só para a experiência de vida que tiveram, com as facilidade que não tiveram como tivemos, uma data de coisas, repara no seu olhar...
CONTINUAM A SER PESSOAS!!!!
De micas a 14 de Junho de 2006 às 14:13
eu ate escrevi atençao com letras maiusculas quera pa mostrar que nao era essa a minha mentalidade mas talvez nao me fiz entender.... eu sou a favor de ajudar todos aqueles que estao doentes mesmo que a sua doença nao seja curavel..... acho muito mal o que o governo esta a fazer de nao apoiar nos medicamentos nem dar o apoio necessario!!!......
eu estou plenamente de acordo contigo.....
De Alvaro Faustino a 10 de Junho de 2006 às 01:19
Muito sinceramente, se há coisa que tenho mais medo, não é da morte como a maioria das pessoas, mas sim da velhice. Isto sim, dá-me arrepios só de pensar em corcunda , enrugado , decadente, desdentado, pateta (como diz o outro) e mais uma data de adjectivos horrorosos... bbbrrrrrrrr
De Alvaro Faustino a 10 de Junho de 2006 às 01:29
E deixo-te com um outro caso real: a minha sogra, há uns anos, foi-lhe diagnosticado um cancro da mama. Depois de todos os exames possíveis, foi decidido que a melhor solução seria tirar o seu peito. Assim foi, ficou curada nesse aspecto, mas impossibilitada de trabalhar de novo, nem sequer coser as meias poderia. Teria de viver de pensões e subsídios . Enganem-se os que julgam que seria assim, pois não teve direito a nada. Após 3 ou 4 Juntas Médicas, não tem direito a 1 cêntimo sequer. Motivo: realizou a operação numa instituição privada e como tal, como teve o dinheiro para realizar a dita cuja no privado, então também terá para sobreviver e não precisa que o Estado dê-lhe esmola. É assim o nosso país. E andamos todos patrióticos com uma turma de homens que ganha balúrdios ao fim do mês. Vá-se lá entender...
De RM a 12 de Junho de 2006 às 22:50
Aalvafaust vamos lá entender esta gente! Só porque alguém consegue curar-se mais rápido, já nem recebe nada por isso!
Quanto à velhice, sei lá, nem pensei em mim quando chegar a velho!!!
De Ana S a 10 de Junho de 2006 às 17:13
Essa é uma das piores doenças que existe porque deve ser horrivel perder a memoria e no final na vida nem conseguir lembrar sequer do proprio nome. Como sempre os remedios que existem não estão ao alcance de todos e os pobres são os mais prejudicados.
Aproveito também para dizer que o perdida na tempestade deixou de existir e agora passa a ser Ana Scorpio. Beijos
De katrina19793 a 13 de Junho de 2006 às 11:38
Concordo com a tua indignação!!!
De EsKape a 13 de Junho de 2006 às 22:33
Esta é uma das várias doenças silenciosas que pode atingir qualquer um de nós e a falta de apoio é gritante.

De ciloca a 14 de Junho de 2006 às 00:35
Gostei do que escreveste, mas falar do João J. é que não ele não merece se quer que alúem se lembre dele. Detesto o homem. E olha que vivo no continente.
De Silvio a 18 de Junho de 2006 às 17:52
Morrer nao é problema....
o problema é sofrer... :(

Criticalhar post

Contacta-nos


Image Hosted by ImageShack.us
criticalhando@sapo.pt

Horas

Críticas no Prazo de Validade

Certo ou Errado?

"Eles" andam aí....

Direito à Liberdade...

E esta Heim???

Até já...

Um dia para esquecer...

Inteligência medida aos p...

Afinal Como "O" Pronuncia...

Crescidos mas nem tanto.....

E vocês... Lêem?

Críticas Fora de Prazo

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Visitas