Terça-feira, 22 de Agosto de 2006

Afinal Como "O" Pronunciar?

Há umas semanas atrás estava eu a ler um jornal e numa das páginas existe uma secção dirigida ao leitor que deseje expressar a sua opinião sobre algo e, deparei-me com uma carta de uma leitora um pouco, senão muito irritada.

 

 Dizia na carta que os Portugueses não sabiam como proferir a palavra Portugal, deixando o nome do País ficar “mal visto” (Se fosse apenas isso estávamos muito bem).

 

 Expressava, a senhora, que muita gente, senão a maioria dos Portugueses que pronunciavam Portugal com “u” ora, então para ela estava errado pronunciar “Purtugal”, afirmava que devíamos aprender como o dizer e, que o termo correcto seria fazer um pouco de realce no “o”.

 

 Deduzi que a senhora não tinha motivos para redigir aquela carta e, então fiz o que ela dizia ser o mais correcto e lá eu tentei dizer Portugal, com o dito “o”, algo que saiu-me muito mal, isto porque dar um pouco de ênfase pode ser perigoso. O que me saiu pela boca fora (salvo seja) foi “Pórtugal” e ou “Pôrtugal”, não Portugal como se escreve.

 

 Parece-me, escrevo parece-me porque isto é um tema que me escapa um pouco, dado que era um pouco desatenta nas aulas de Português, que o “o” perde a sua força e lê-se como “u” quando se encontra entre duas consoantes, daí ser pronunciado com o “u” escapando “Purtugal”.

 

 Se estiver errada peço que alguém me corrija, caso tenha cometido algum erro aquando do meu raciocínio. Ou seja, caso tenha assassinado a língua portuguesa, logo com a palavra Portugal.

 

 Será que estão todos errados menos a senhora?

 Ou, será que sou eu?

 

 

                                                                                MB

 

Sinto-me: Na dúvida!
Criticalhado por MB às 00:01
Link da Crítica | Critica | Escarrapacha aos favoritos
|
35 comentários:
De ImSo a 22 de Agosto de 2006 às 12:31
Também não sou nenhum professor de Português para te estar a corrigir MB mas posso dar-te um exemplo, de entre muitos que há, em que o "o" não perde força nenhuma, lol , por estar entre duas consoantes. "Porco" e "porcos" serve bem para exemplo pois singular e plural pronunciam-se de maneira diferente e em ambos os casos o "o" está entre consoantes. Sobre a importância que tal senhora dá a este pormenor muito importante, só me ocorre que ela deve ser alguém muito ocupado, sem tempo para nada, que trabalha 24 horas por dia e faz horas extra à noite!!!

Beijinhos pa ti
De MB a 22 de Agosto de 2006 às 19:10
ImSo que belo exemplo foste arranjar, mas de facto é verdade nem sempre perde o seu valor. Mas o português é assim... traiçoeiro! De facto deve ser alguém muito ocupada, ao contrário de mim que não faço nada e só ando aqui a criticalhar o que vejo e oiço. Beijo
De RM a 24 de Agosto de 2006 às 11:25
ImSo bolas andas a ficar bom nestas coisas!!! HIHI
O exemplo dos Porcos foi muito bom!!!

Criticalhar post

Contacta-nos


Image Hosted by ImageShack.us
criticalhando@sapo.pt

Horas

Críticas no Prazo de Validade

Certo ou Errado?

"Eles" andam aí....

Direito à Liberdade...

E esta Heim???

Até já...

Um dia para esquecer...

Inteligência medida aos p...

Afinal Como "O" Pronuncia...

Crescidos mas nem tanto.....

E vocês... Lêem?

Críticas Fora de Prazo

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Visitas