Terça-feira, 18 de Abril de 2006

Onde vamos parar?

            Há cerca de 6 anos, a televisão privada preparava-se para dar o passo que mudaria e nos levaria a ver o inimaginável.
            Uma casa, seis homens, seis mulheres, vigiados por câmaras, sem censura, 120dias, 24horas por dia. Começava aqui a primeira telenovela da vida real, tudo isto por uns aliciantes 20 mil contos (100 mil euros). Era o Big Brother 1. A partir daqui, os media, atacaram todos os que pudesses estar ligados a estes 12 magníficos, tentando descobrir algo que fosse, altamente, bombástico. Estas pessoas acabam por perder a sua privacidade; este é o preço da fama, mesmo que efémera.
            Este foi o primeiro de outros 3 BB’s, de pessoas totalmente anónimas.
            À luz deste grande fenómeno, foram surgindo outros concursos do género: Survivor, Acorrentados, Ilha da tentação, Bar da Tv, Senhora Dona Lady (este último um “fracasso” acabando por terminar, na primeira semana) e estou certo que me faltam mais alguns. A verdade é que quanto mais inovador fosse, mais probabilidades existiam de sucesso e assim as estações televisivas ganhavam na luta das audiências.
 
            Quiseram acrescentar mais interesse aos Reality Shows e decidiram integrar “celebridades” para nos dar a conhecer o seu dia-a-dia, em troca de valores exorbitantes, recebidos semanalmente por todos os participantes; BB Famosos, Quinta das Celebridades, 1ª e 2ª Companhia, e Circo das Celebridades, estes são os concursos que nos trazem os, nossos, famosos para as mais caricatas situações. Quando me refiro a Celebridades, acho que poucas vimos, em 7 edições deste tipo. Porque, muitos deles mal ouvimos falar, anteriormente.
No entanto, a verdadeira celebridade a podermos considerar é o Marchant d’Art – José Castelo Branco, que já participa em 3 concursos e nada de novo tem para mostrar aos espectadores, já ouvi dizer que: “Tudo o que é demais farta” e aplica-se, confesso que gostei da primeira aparição do “Conde”, adorei vê-lo na tropa, rindo imenso com as “palhaçadas”, agora mais uma vez, ele ataca e começa a ser demais, porque já vimos tudo, a única coisa que muda é a sua extravagância, porque cresce e a sua relação com o público que começam a ficar fartos dos seus excessos.
 
            Só para terminar, vou abordar dois Reality Shows, que ainda não foram exibidos em Portugal, mas que serão uma probabilidade, só espero que saibam discernir, até onde podem e devem ir:
 
            «"Big Diet" - Um grupo de pessoas obesas convivem num ginásio onde devem fazer exercício e resistir continuamente à tentação de verdadeiras iguarias que lhes são oferecidas. Ganha quem perder mais peso!
"Couch Confessions" - Este é um dos mais polémicos reality shows feitos até ao momento. Passou no canal americano de cabo Court TV e o teor do programa é altamente violento, sendo considerado com um reality show para adultos.
Os moldes e o conteúdo do programa são bastante diferentes dos reality shows acima descritos: consiste em consultas feitas por um psiquiatra, onde pessoas com problemas psíquicos graves falam dos seus mais recônditos podres.»
 
            A moda dos Reality Shows, veio para ficar! Não importam os limites humanos (exemplo Survivor), a privacidade, entre tantos outros aspectos. Em alguns países, já pagaram para o primeiro casal a intervir numa relação sexual. Com um andamento destes, onde é que vamos parar?
 
R.M.*
Sinto-me:
Criticalhado por RM às 23:29
Link da Crítica | Critica | Escarrapacha aos favoritos
27 comentários:
De Juda a 20 de Abril de 2006 às 18:07
Olá... na TV gosto de ver os noticiários, e futebol o resto é lixo... um abraço...
De RM a 20 de Abril de 2006 às 22:04
Olá Juda, devo confessar que vejo muito mais do que isso na tv, gosto da produção nacional, depois gosto da MTV, e até realitty shows, caso contrário seria incapaz de críticar! ;)
De Carla a 20 de Abril de 2006 às 20:33
O Big Diet poderá ser interessante, pena é que tenha que ser exibido na TV. Poderia haver este tipo de iniciativas, mas sem tamanha intrusão na vida íntima das pessoas. Quanto ao da psiquiatria, doentes são os que criam esses programas - achei de muito mau gosto. No que diz respeito aos reality shows em geral, gostei do Survivor português e vi o primeiro BB por curiosidade. Depois cansa e deixa de haver paciência.
De RM a 20 de Abril de 2006 às 22:12
O Big Diet, é verdadeiramente horrível, acho que não se faz aquilo a ninguém, porque são pessoas com uma vontade incontrolável para comer! Acho que isso causa marcas na vida das pessoas que podem não serem fáceis!
Quanto ao survivor também, gostei embora fosse um vencer, muitas das vezes, da barreira do que é humano!
De gaivota da ria a 20 de Abril de 2006 às 21:59
Arredada da net por questoes alheias à minha vontade hoje dou uma escapadela ...chegada aqui ao ler o teu tema veio-me de imediato à lembrança a noite de ontem em que estive em casa de familiares, não vimos TV e conversámos como nos velhos tempos...soube bem! Dispenso Reality Shows de todo, confesso também que vi os primeiros, e também gostei de ver o Castelo Branco mas agora só tenho uma definição para o meu desinteresse:«o que é demais enjoa» e à tua pergunta «onde é que isto vai parar?» também a faço mas por enquanto como não obtemos resposta e com os programas que temos que são de uma cultura tamanha só nos resta ir ficando sonolentos.
De RM a 20 de Abril de 2006 às 22:22
Gaivota nada como nos velhos tempos, nos velhos tempos também não ficava tão agarrado ao meu portátil ou desktop, mas na verdade passo horas a fio aqui!
Tudo acompanha uma evolução, a tv, a internet, a ciência, etc nós contribuímos para que ela continuasse a crescer/evoluir, agora temos que arcar com as consequências!
De Ana Rita a 21 de Abril de 2006 às 15:02
Olá! Antes de mais obrigado pela tua visita ao meu blog. Quanto ao teu artigo, confesso que apenas vi o primeiro Big Brother e a primeira Quinta das Celebridades, e até gostava bastante, talvez pela novidade. Mas como já alguém disse aqui, os restantes episódios não trouxeram nada de novo, apenas as personagens mudaram, de resto..do ponto de vista psico-social é muito interessante ver a reacção das pessoas quando se veem fechadas num sitio destes, mas há pessoas que fingem tão bem que nem por este motivo conseguimos tirar algo de interessante deste tipo de programas..porque para vermos algo "fingido" assistimos a novelas onde podemos ver bons profissionais a trabalhar e não a palhaçada e a fantuchada desse senhor, ou senhora, de seu nome José Castelo Branco..bolas! Já escrevi de mais..não tenho emenda!
De RM a 21 de Abril de 2006 às 15:13
Ana Rita como já se comentou por aqui e bem, tudo o que é demais caba por chatear!
Acho que as pessoas devem saber, quando e onde parar, para não denegrirem a sua imagem!!!
De katrina19793 a 21 de Abril de 2006 às 16:11
Oi RM. BRigado pela visitinha :). Concordo contigo que esses programas em nada ajudam o país a andar pra a frente..aliás só distraem o chamado povo das coisas mesmo importantes!!! Olha por mim vão todos á falência hihi!! jinho
De Nytxia a 21 de Abril de 2006 às 23:59
Tens toda a razão. Bem, eu confesso que fiquei desactualizada nesse campo logo após o primeiro BB. E então se 2 já chegava, 3 foi demais. As apostas insistentes em continuarem com os reality shows sobre celebridades, são aborrecidas e só me faz perder menos tempo a ver tv ,lol. Gostei do blog. *Obrigada pela visita ao meu.

Criticalhar post

Críticas no Prazo de Validade

Certo ou Errado?

"Eles" andam aí....

Direito à Liberdade...

E esta Heim???

Até já...

Um dia para esquecer...

Inteligência medida aos p...

Afinal Como "O" Pronuncia...

Crescidos mas nem tanto.....

E vocês... Lêem?

Críticas Fora de Prazo

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006